Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

De volta ao pregão da BM&FBovespa, ações da OSX sobem quase 20%

Negócios da empresa haviam sido suspensos na segunda-feira enquanto se aguardava a confirmação do pedido

As ações da OSX, empresa de construção naval de Eike Batista, voltaram a ser negociadas nesta terça-feira, após a empresa ter formalizado, no fim da tarde de segunda-feira, seu pedido de recuperação judicial no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, informou a BM&FBovespa. Na volta ao pregão, a ação da empresa manteve-se em forte alta ao longo de todo o dia – às 16h30 o papel era negociado com valorização de 27,45%, a 65 centavos de real. No final dos negócios, a ação OSXB3 encerrou o dia com alta de 19,6% (61 centavos de real). O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou a terça-feira em baixa de 1,56%.

Na segunda-feira, as operações com ações da companhia foram suspensas pela Bolsa de Valores, no aguardo da confirmação da efetiva entrada em juízo do pedido de recuperação judicial da companhia. A Bolsa também havia solicitado aos controladores que apresentassem os documentos que comprovassem o pedido.

Na última sexta-feira, a OSX comunicou ao mercado que seu Conselho de Administração havia aprovado o ajuizamento de pedido de recuperação judicial. A medida, diz o documento, terá de ser ratificada em nova assembleia marcada para o próximo dia 28.

Com dívida acima de 5 bilhões de reais, a OSX se torna a segunda empresa controlada por Eike a recorrer à proteção da Justiça para evitar a falência, seguindo os passos da petroleira OGX.

Leia também:

Pedidos de falência e recuperação judicial aumentam em outubro

BM&FBovespa suspende negociações de papéis da OSX

OSX entra com pedido de recuperação judicial

(com Estadão Conteúdo)