Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

De olho em eleição, Bolsonaro dispara contra política da Petrobras

Preço do barril de petróleo acelerou com guerra entre Rússia e Ucrânia

Por Victor Irajá Atualizado em 7 mar 2022, 19h16 - Publicado em 7 mar 2022, 13h43

Responsabilidade não dá voto. O presidente Jair Bolsonaro criticou a atual política de preços da Petrobras, atrelada ao mercado internacional, na esteira da alta do preço do barril do petróleo. “O preço altíssimo do petróleo é anormal, atípico. O governo federal, nós, juntamente com Economia agora à tarde, Ministério de Minas e Energia e própria Petrobras, vamos buscar alternativa. Porque se for repassar isso tudo para o preço dos combustíveis, tem que dar aumento de 50%, não é admissível”, afirmou Bolsonaro em entrevista à Rádio Folha de Roraima. O presidente convocou uma reunião de emergência com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da companhia, Joaquim Silva e Luna, para esta segunda-feira, 7.

Após as declarações de Bolsonaro, as ações da estatal recuaram mais que 7%. Além de criticar a política de preços da estatal, o presidente afirmou que discutiria ainda nesta segunda medidas para conter a alta para o consumidor.

O preço do barril de petróleo segue em alta, e ultrapassou os 130 dólares com a continuidade da incursão autoritária do presidente da Rússia, Vladimir Putin, na Ucrânia. O preço dos barris quase chegou ao recorde já registrado, de 147,50 dólares, em julho de 2008 — no ápice da crise financeira mundial que assolou os Estados Unidos. “Tem uma legislação errada feita lá atrás que você tem a paridade com o preço internacional, ou seja, o que é tirado do petróleo, leva-se em conta o preço fora do Brasil, isso não pode continuar acontecendo. Estamos vendo isso aí sem mexer”, disse Bolsonaro.


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.