Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Dados do emprego ajudam campanha de Obama

Por Da Redação
3 ago 2012, 18h14

A economia norte-americana criou 163.000 novos postos em julho, de acordo com dados publicados nesta sexta-feira pelo Departamento do Trabalho, uma cifra sólida, que ajuda na campanha do presidente Barack Obama, apesar de a taxa de desemprego ter aumentado a 8,3%.

A criação de empregos esteve acima das previsões, o que fez com que o relatório fosse recebido como uma evidência de que a primeira economia do mundo segue no caminho da recuperação econômica.

“Este é um relatório positivo”, disse Jason Schenker, da Prestige Economics.

“Finalmente tivemos alguns dados positivos quanto ao emprego”, disse Nigel Gault, economista de IHS Global Insight. “O relatório deve aliviar os temores de que os Estados Unidos poderiam estar retomando o quadro recessivo”, disse.

Os serviços, a manufatura, o setor alimentício e o de bebidas estiveram entre os que registraram os melhores dados, em um relatório que mostrou a maior criação de postos de trabalho mensal desde fevereiro.

A três meses das eleições, com uma campanha dominada pela economia e pelo emprego, os Estados Unidos contam oficialmente com 12,8 milhões de pessoas desempregadas, ou seja, 100.000 a mais que em junho.

Continua após a publicidade

O presidente norte-americano teve uma reação prudente ante as cifras.

“Ainda há muita gente buscando trabalho, temos que fazer muitos esforços por eles”, afirmou Obama.

“Sabíamos quando comecei nesse posto que isso (uma recuperação) iria demorar um tempo. Não tínhamos uma crise econômica tão profunda nem tão dolorosa desde a década de 1930”, afirmou.

A Casa Branca disse por sua vez que este relatório aporta mais “evidência de que a economia continua se recuperando após a pior crise desde a Grande Depressão”.

O candidato republicano às presidenciais, Mitt Romney, criticou o aumento do desemprego em julho, que tocou a máxima desde fevereiro.

Continua após a publicidade

“O aumento da taxa de desemprego hoje é um golpe para as famílias de classe média que passam por dificuldades”, afirmou o republicano em um comunicado, no qual prometeu criar 12 milhões de empregos em seu primeiro mandato. “Registramos 42 meses consecutivos com uma taxa de desemprego superior a 8%. A classe média norte-americana merece algo melhor”, completou.

Contudo, as novas cifras de criação de emprego tornam difícil para Romney tirar o foco dos temas que o tem prejudicado nas encostas.

No mês passado, Romney foi criticado pela falta de transparência sobre sua declaração fiscal, seus negócios e seu plano de impostos, além de receber comentários negativos após sua visita a Reino Unido, Israel e Polônia.

Com isso, esta semana, uma sondagem da Universidade de Quinnipac/CDS News/The New York Times concedeu ao menos 50% da intenção de voto a Obama na Flórida, Pensilvânia (norte) e Ohio (norte), três estados considerados cruciais.

Os mercados reagiram bem aos dados. O Dow Jones Industrial Average subiu 1,2% na abertura e às 14H45 GMT (11H45 de Brasília) acumulava alta de 1,64%.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.