Clique e assine com 88% de desconto

Crise duplica número de espanhóis que decidiram emigrar

Por Da Redação - 17 jul 2012, 10h08

Madri, 17 jul (EFE).- A crise econômica que atinge a Espanha duplicou nos seis primeiros meses deste ano, em relação ao mesmo período em 2011, o número de espanhóis que decidiu se mudar para outros países.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), 40.625 espanhóis deixaram o país entre janeiro e junho, duas vezes a mais do que no mesmo semestre do ano passado, quando 18.274 o fizeram.

No total, o número de pessoas que saíram da Espanha para viver em outros países, entre estrangeiros e espanhóis, foi de 269.515 no primeiro semestre do ano, sendo que 228.890 deles eram imigrantes.

Além disso, entre janeiro e junho de 2012, chegaram à Espanha 178.021 estrangeiros, frente aos 203.624 do mesmo período no ano passado – 25.603 a menos.

Publicidade

O mês no qual mais espanhóis emigraram foi junho (7.444), seguido por março (7.362), maio (6.999), abril (6.651), fevereiro (6.217) e janeiro (5.952). EFE

Publicidade