Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Criação de emprego supera demissões em 217 mil em abril

No mês foram constatadas 1.798.101 contratações e 1.581.127 demissões

O saldo líquido de empregos criados com carteira assinada no Brasil foi de 216.974 em abril, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira pelo Ministério do Trabalho. O número é a diferença entre 1.798.101 contratações e 1.581.127 demissões no período.

O resultado é maior que o de março, quando foram abertas 111.746 vagas a mais que postos fechados. Contudo, na comparação com abril do ano passado, o número é menor, uma vez que saldo naquele mês foi de aproximadamente 272,2 mil.

No acumulado do ano, na série ajustada – que incorpora informações declaradas fora do prazo -, houve acréscimo de 702.059 empregos formais. Nos últimos doze meses, foram criados 1.713.410 postos – dado também com ajuste sazonal.

Aquecimento – Os números mostram que o mercado de trabalho continua aquecido, o que dá respaldo à manutenção da demanda interna aquecida e ao próprio crescimento econômico. Em março, a taxa de desemprego ficou em 6,2%, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – melhor desempenho para esse mês desde 2002, quando começou a série histórica.

O varejo é um dos setores que mais contribuem com a criação de emprego. Nesta quinta-feira, o IBGE divulgou alta de 0,2% das vendas do varejo em março sobre fevereiro e 12,5% contra o mesmo mês de 2011. Em 1º de junho, o IBGE divulgará o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre.

(com Reuters e Agência Estado)