Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Crédito cresce rápido no Brasil, diz Murilo Portugal

Por Daniela Milanese, correspondente

Londres – O presidente da Febraban, Murilo Portugal, disse que o crédito já está avançando de maneira rápida no Brasil. “O crescimento é muito forte, acima do produto (Produto Interno Bruto)”, disse hoje à Agência Estado em Londres, onde participa do evento City Week 2012.

Pelas estimativas da Febraban, o crédito deve ter crescido 19% em 2011, uma leve desaceleração em relação ao ano anterior (+20,5%). Para 2012, a projeção para a Febraban aponta para uma alta de 16%, em linha com o número que o Banco Central apontou como confortável, lembrou Portugal. No ano passado, o presidente do BC, Alexandre Tombini, disse que o crescimento ideal do crédito para o País seria em torno de 15%.

A avaliação do presidente da Febraban sinaliza que o governo não precisaria adotar medidas para estimular o setor. “O governo precisa continuar trabalhando para reduzir o custo do crédito”, disse, citando como exemplo os impostos que incidem sobre a área.

Portugal acredita que a preocupação com a inadimplência hoje não é maior do que já foi no passado. Em 2011, o índice ficou em 5,4% e para este ano a Febraban estima pequena queda para 5,1%. Segundo ele, o aumento da inadimplência no ano passado ocorreu em parte como decorrência do aperto monetário realizado pelo Banco Central, com a introdução de medidas macroprudenciais, um cenário que já começou a ser revertido.

Portugal também destacou que, atualmente, os bancos têm provisões para inadimplência equivalentes a 159% dos empréstimos duvidosos.