Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Crédit Agricole cortará até 2.500 empregos, dizem fontes

Por Clarissa Mangueira

Paris – O Crédit Agricole, o maior banco francês com ações listadas em bolsa, planeja cortar entre 2.400 e 2.500 empregos em 2012, em resposta à crise da dívida soberana da Europa, afirmaram representantes de sindicatos.

Os cortes ocorrerão principalmente no banco de investimento e corporativo do Crédit Agricole, afirmou um representante do sindicato Force Ouvrière. Entre 500 e 600 posições serão eliminadas nas unidades de crédito ao consumidor e leasing e factoring.

A maioria das demissões vai acontecer no exterior, acrescentou a fonte do sindicato. “Apenas um terço dos cortes de empregos no banco de investimento dizem respeito à França, e metade das posições nas duas outras divisões.”

Um porta-voz do Crédit Agricole se recusou a comentar o assunto.

O banco, que é 55% controlado por 39 bancos regionais cooperativos, enfrenta dificuldades devido a sua pesada exposição à economia grega. O Crédit Agricole reportou uma queda de 65% no lucro líquido no terceiro trimestre, atingido por uma baixa contábil substancial em seus bônus e perdas adicionais em sua problemática unidade Emporiki Bank of Greece.

O anúncio do planejado corte de empregos do Crédit Agricole ocorre semanas após o Société Générale reportar planos similares para eliminar centenas de empregos no seu banco de investimento corporativo, enquanto o BNP Paribas afirmou que cortará aproximadamente 1.400 funcionários globalmente. As informações são da Dow Jones.