Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Corte orçamentário será divulgado até dia 12, diz Miriam Belchior

A ministra do Planejamento destacou que o contingenciamento também terá como objetivo "ajudar a reduzir a inflação e as taxas de juros altas"

Por Da Redação
28 jan 2011, 15h18

Será divulgado no início de fevereiro o corte no Orçamento, que faz parte dos esforços do governo para combater a inflação e as taxas de juros altas. “Nós estamos olhando os números agora e poderemos fazer o anúncio entre 10 e 12 de fevereiro”, revelou a ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

Ela destacou que o governo brasileiro anuncia geralmente os cortes no início do ano calendário como uma forma de garantir o cumprimento das metas de superávit orçamentário. Segundo a ministra, muitas vezes é possível restaurar cortes de gastos no final do ano, se o cumprimento das metas estiver garantido.

“Quando a proposta do Orçamento volta do Congresso para nós, como ocorreu na semana passada, nós olhamos para as receitas previstas e, se elas parecem estar superestimadas, nós ordenamos cortes nos gastos”, ressaltou a ministra.

Neste ano, no entanto, há algumas considerações especiais. A taxa de inflação no Brasil subiu acentuadamente em 2010 para 5,9%, de 4,3% em 2009. Muitos economistas e líderes empresariais pediram que o governo cortasse gastos como uma forma de ajudar a reduzir a inflação. Belchior reiterou que o esforço orçamentário neste ano também terá como objetivo “ajudar a reduzir a inflação e as taxas de juros altas”.

No início deste mês, o Banco Central elevou a taxa básica de juros (Selic) em meio ponto porcentual, para 11,25%, e a autoridade monetária deverá promover provavelmente mais elevações para combater a inflação.

Continua após a publicidade

A ministra disse que algumas áreas do Orçamento serão preservadas dos cortes. Segundo ela, essas áreas incluem investimentos em infraestrutura dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e programas para erradicar a pobreza extrema no País.

O PAC 2 engloba uma lista de 562 bilhões de dólares em projetos públicos e privados programados para o período de 2011 a 2014.

(com Agência Estado)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.