Clique e assine a partir de 9,90/mês

Correios reajustam preço de cartas em 4,31%

Correção para serviços nacionais e internacionais segue a inflação e não inclui o Sedex

Por Larissa Quintino - Atualizado em 31 jan 2020, 11h18 - Publicado em 31 jan 2020, 11h03

Os Correios irão reajustar as tarifas de serviços postais em 4,31% para serviços nacionais e internacionais. A portaria com a alta foi publicada na edição desta sexta-feira, 31, do  Diário Oficial da União. 

O reajuste médio segue o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do Brasil, que fechou 2019 em 4,31%. O último ajuste das tarifas postais, de 0,39% ocorreu em janeiro do ano passado.

O primeiro porte da carta comercial (até 20 gramas) sobe de 1,95 reais para 2,05 reais. No caso de telegrama nacional redigido pela internet, a nova tarifa é de 8,54 reais por página – antes, a tarifa vigente era de 8,19 reais. O telegrama fonado passou de 9,87 reais para 10,30 reais, e na agência, de 11,85 reais para 12,36 reais.

As novas tarifas não se aplicam aos segmentos de encomendas e marketing, como o Sedex e PAC, que sofreram um reajuste médio de 6,34% em novembro do ano passado e 8,03% em fevereiro.

Publicidade