Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conselho da Embraer dá aval a acordo com a Boeing

A expectativa da empresa é que se aprovações ocorrerem no tempo previsto, a negociação seja concluída até o final de 2019

O Conselho de Administração da Embraer confirmou nesta sexta-feira, 11, a aprovação prévia dos termos da parceria estratégica com a Boeing. O governo brasileiro autorizou nesta quinta-feira 10 a compra da divisão de aviação comercial da Embraer pela americana Boeing, em um negócio avaliado em 4,2 bilhões de dólares.

Embora não detenha o controle da Embraer, o governo brasileiro detém uma ação especial (golden share, em inglês) que lhe dava o direito de vetar o negócio.

Em nota, a Embraer afirma que a “negociação possibilitará a ambas as empresas acelerar o crescimento em mercados aeroespaciais globais”. O acordo será agora à aprovação dos acionistas, das autoridades regulatórias e outras condições pertinentes à conclusão de uma transação deste tipo, informa a Embraer.

A expectativa da empresa é que se aprovações ocorrerem no tempo previsto, a negociação seja concluída até o final de 2019.

Após dispararem quase 6% pela manhã, os papéis da Embraer encerraram o dia com valorização de 2,57%, a 21,53 reais.