Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Congresso mexicano aprova reforma fiscal do governo

Presidente mexicano propôs a maioria dos reajustes dos impostos para ajudar a financiar a rede de segurança social e aumentar os investimentos públicos

Por Da Redação
1 nov 2013, 11h59

O Congresso do México aprovou um projeto de reforma fiscal que inclui taxas mais elevadas para os ricos e novos impostos sobre os dividendos das empresas e alimentos açucarados. Alterações de última hora no texto incluíram o aumento do imposto proposto sobre alimentos altamente calóricos, de 5% para 8%.

O projeto de lei foi posteriormente aprovado pela Câmara dos Deputados. O Senado também votou a favor de um novo imposto de um peso por litro de alimentos açucarados e uma taxa de 8% sobre junk foods, como batatas fritas, chocolates, doces e sorvetes.

Leia também:

O milagre mexicano: país faz reformas e mercado aplaude

BC do México corta taxa de juros para 3,75%

Continua após a publicidade

O projeto de lei aumenta a taxa de imposto de renda máxima para 35% para aqueles que ganham mais de 3 milhões de pesos por ano (235 000 dólares). Um imposto de 10% sobre os ganhos de capital também foi aprovado e dezenas de deduções e falhas corporativas foram eliminadas. A reforma cria um novo imposto de 7,5% sobre os ganhos das companhias de mineração e uma taxa adicional de 0,5% sobre as vendas de ouro, prata e platina.

A aprovação da reforma representa uma vitória para o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, que deve assinar o projeto de lei. O presidente propôs a maioria dos reajustes dos impostos para ajudar a financiar a rede de segurança social e aumentar os investimentos públicos. O governo mexicano ainda argumentou que o país precisa aumentar a sua receita fiscal não petrolífera, que é uma das mais baixas da América Latina.

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.