Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Confiança na economia da zona do euro atinge máxima de dois anos

A Comissão Europeia informou nesta sexta-feira que a confiança dos dezessete países do bloco cresceu mais rápido do que o esperado, para 96,9 ante 95,3 em agosto

Por Da Redação 27 set 2013, 11h24

O otimismo com a economia da zona do euro melhorou pelo quinto mês seguido e atingiu máxima de dois anos em setembro, ampliando as evidências de que uma recuperação está a caminho.

A Comissão Europeia informou nesta sexta-feira que a confiança dos dezessete países do bloco cresceu mais rápido do que o esperado, para 96,9 ante 95,3 em agosto, melhor leitura desde agosto de 2011.

A economia de 9,5 trilhões de euros retornou a um crescimento modesto no segundo trimestre deste ano com alta de 0,3%, impulsionada por uma expansão mais forte do que o esperado na Alemanha e na França.

Leia também:

Zona do euro ainda é fonte de risco para economia, diz OCDE

Continua após a publicidade

Atividade empresarial na zona do euro sobe acima do esperado

Bancos pagarão € 7,9 bi ao BCE por empréstimos da crise

“É a primeira vez em bastante tempo que vemos uma melhora tão ampla”, disse Frederik Ducrozet, economista do Crédit Agricole. “Existe um reequilíbrio nas fontes de crescimento, que na fase inicial foi conduzido pela manufatura”, acrescentou.

Em um sinal promissor, a confiança também subiu na União Europeia, aumentando 2,4 pontos para 100,6 pontos e levando a medida da Comissão para a confiança acima da média de longo prazo pela primeira vez desde julho de 2011.

Outro dado divulgado nesta sexta, que mede o clima de negócios da zona do euro, ficou praticamente inalterado depois de subir para -0,20 ponto ante -0,22 em agosto.

(com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade