Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Concorrente do Nubank investe no setor de cartão de crédito de loja

Com as aquisições, a Trigg ultrapassou a marca de um milhão de cartões emitidos. Até o final do ano, a expectativa é superar 1 bilhão de reais em vendas

A fintech Trigg, concorrente do Nubank, está ingressando no mercado bilionário de cartões de loja, conhecido como private label. A startup do setor financeiro começou a se popularizar por “devolver” parte do dinheiro de quem usa seu cartão de crédito – mecanismo conhecido como cashback.

Recentemente, a Trigg incorporou as operações de private label das lojas UZE e Biz, que atuam no setor há mais de 20 anos. A UZE está nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país, enquanto a Biz atua nos mercados do Sul e Sudeste. Com as aquisições, a startup ultrapassou a marca de 1 milhão de cartões emitidos. Até o final do ano, a expectativa é superar 1 bilhão de reais em vendas.

Em quatro anos, a startup quer tornar-se o principal parceiro das empresas de varejo regional, atuando em cidades com até 3 milhões de habitantes.

Dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) apontam que os cartões de private label e co-branded devem atingir a marca de 293 bilhões de reais até 2022. Atualmente, o segmento representa 12% do faturamento total da indústria de cartões de crédito – crescimento médio de 17% nos últimos cinco anos.

Ao todo, são cerca de 410 fintechs em operação no país, segundo dados da ABFintechs (Associação Brasileira de Fintechs). As startups prometem revolucionar o segmento ao oferecer mais praticidade ao consumidor, maior agilidade para as operações bancárias e custos mais baixos: enquanto a taxa média de juros praticada pelos bancos do país fica em torno de 5,67% ao mês, segundo pesquisa da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças), a das fintechs gira em 1,90%.