Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Conab reduz previsão para safra 2011/2012

Produção nacional deverá recuar 2,8% no período

Por Da Redação 10 jan 2012, 08h32

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu a projeção para a safra de grãos 2011/12 em seu quarto levantamento, divulgado nesta terça-feira, por causa de fatores climáticos adversos, principalmente no Sul do país, cujas lavouras enfrentam período de estiagem. A produção nacional está estimada em 158,45 milhões de toneladas, o que representa queda de 2,8% (4,51 milhões de toneladas) em comparação com a safra anterior 2010/11, que foi de 162,96 milhões de t. Em relação ao levantamento anterior, do mês passado, houve redução de 0,4% (646 mil toneladas).

As culturas de maior representação – milho e soja – somam 83% de toda a safra, com uma produção de 130,962 milhões de toneladas. O milho pode crescer 2,9%, considerando apenas a participação do de primeira safra. Segundo os técnicos da Conab, o plantio da segunda safra só será definido a partir deste mês.

A área de plantio deve totalizar 50,66 milhões de hectares, representando pequena elevação de 1,5% ante a safra anterior (49,92 milhões de hectares). De acordo com a Conab, o crescimento da área pode ser atribuído principalmente ao milho primeira safra e à soja, com um aumento de 9,1% e 1,9%, respectivamente.

Em compensação, o arroz deve ter redução de plantio, para 2,55 milhões de hectares, perdendo 267,3 mil hectares em relação ao período anterior. A queda mais acentuada ocorre no Rio Grande do Sul, que deixa de cultivar 118,6 mil hectares. A pesquisa foi realizada por cerca de 60 técnicos, entre os dias 15 e 19 de dezembro. Foram entrevistados representantes de órgãos públicos e privados ligados à produção agrícola em todos os Estados produtores.

Soja – A produção de soja na safra 2011/12 está estimada em 71,75 milhões de toneladas, resultado 4,7% (3,57 milhões de toneladas) inferior à produção da safra anterior, quando foram colhidas 75,32 milhões de toneladas. De acordo com o quarto levantamento da Conab, a área de plantio está definida em praticamente todos os Estados, faltando apenas Roraima, localizado no Hemisfério Norte, com o plantio realizado nos meses de abril e maio. A área com soja está projetada em 24,63 milhões de toneladas, 1,9% (453,7 mil hectares) superior à cultivada na safra anterior.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade