Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Conab estima novo recorde para safra de grãos

A estimativa é de produção recorde de 180,2 milhões de toneladas, volume 8,4% (14 milhões de toneladas) superior às 166,17 milhões de toneladas colhidas na safra passada, que teve forte queda na produtividade por causa da estiagem no Sul do país

Por Da Redação 6 dez 2012, 09h23

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou na manhã desta quinta-feira seu terceiro levantamento para a safra de grãos 2012/13. A estimativa é de produção recorde de 180,2 milhões de toneladas, volume 8,4% (14 milhões de toneladas) superior às 166,17 milhões de toneladas colhidas na safra passada, que teve forte queda na produtividade por causa da estiagem na região Sul.

A Conab destaca em seu levantamento o expressivo aumento de 24,5% (16,24 milhões de toneladas) na produção de soja, com estimativa de colheita de 82,627 milhões de toneladas. Para o milho de primeira safra (plantio de verão) a Conab prevê a produção de 34,474 milhões de toneladas, volume 1,8% (607,4 mil toneladas) acima do estimado para a safra passada.

O levantamento da Conab estimou o crescimento da área cultivada com grãos em 2,1% (1,05 milhão de hectares), para 51,94 milhões de hectares. A maior expansão ocorre no plantio da soja, estimado em 27,241 milhões de hectares, área 8,8% (2,2 milhões de hectares) superior à semeada na safra passada. A área cultivada com milho de verão deve recuar 5,5% (415,5 mil hectares) para 7,143 milhão de hectares.

As reduções mais expressivas no plantio do milho de primeira safra ocorrem no Paraná e em Goiás. No Paraná a soja deve avançar sobre 128,1 mil hectares onde foram semeados milho na safra passada. Em Goiás á área de milho teve uma redução de 120,4 mil hectares.

A Conab informa que os técnicos estiveram em campo entre os dias 19 e 23 de novembro, nas principais regiões produtoras, para fazer o levantamento dos dados.

IBGE – Já o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a safra brasileira de grãos em 2013 deve ser 6,9% maior do que a safra de 2012, de acordo com o segundo prognóstico divulgado na manhã desta quinta-feira. A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas para 2013 foi estimada em 173,8 milhões de toneladas, em comparação com 162,6 milhões colhidos em 2012. A área a ser colhida deve somar 51,511 milhões de hectares, um aumento de 5,4% em relação à área em 2012.

Em 2013, entre os dez produtos de maior importância analisados para a próxima safra de verão, seis mostraram aumento na produção em relação a 2012, segundo o IBGE: arroz (1,3%), feijão 1ª safra (26,5%), fumo (6,9%), mandioca (2,8%), milho 1ª safra (7,4%) e soja (23,9%).

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade