Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Comissão Europeia reduz previsão de expansão da Itália

Por Da Redação 10 nov 2011, 09h05

Por Clarissa Mangueira

Roma – A Comissão Europeia reduziu sua previsão para o crescimento da Itália e da Espanha, segundo seu relatório semestral. A comissão disse que o Produto Interno Bruto (PIB) italiano irá provavelmente se contrair no quarto trimestre e crescer somente 0,5% neste ano, ante a projeção anterior de alta anual de 1%.

A comissão afirmou que a economia espanhola deverá se expandir somente 0,7%, ante a alta prevista anteriormente de 0,8%. A O braço executivo da União Europeia alertou que mais cortes orçamentários previstos ainda para este ano e em 2012 podem reduzir o crescimento mais do que o esperado no país.

O PIB da Itália em 2012 aumentará somente 0,1%, em comparação com a projeção anterior de 1,3%, e 0,7% em 2013. Já a economia espanhola deverá crescer 0,7% no ano que vem, uma visão mais otimista do que a demonstrada por alguns economistas, que agora esperam uma contração, visto que mais medidas de austeridade afetam o crescimento do país.

As novas previsões da comissão colocam a Itália no caminho de não conseguir cumprir sua promessa de equilibrar o orçamento em 2013. A instituição prevê um déficit estrutural orçamentário de 0,5% do PIB naquele ano.

As previsões da comissão apontam, contudo, que o déficit orçamentário da Itália será de somente 3,1% do PIB neste ano e de 1,3% do PIB no ano que vem, abrindo a possibilidade de que cortes de gastos adicionais, além do plano de austeridade de 60 bilhões de euros, aprovado durante o verão em Roma, possam ser adiados.

A relação dívida pública/PIB da Itália deverá atingir um pico de 120,5% do PIB em 2012 e começar a declinar em 2013, de acordo com as novas projeções.

As novas projeções apontam que o desemprego na Itália continuará acima de 8%, enquanto o custo real da mão de obra recuará, permitindo que o país aumente as exportações mais rápido que o ritmo de crescimento das importações. A comissão também espera que o desemprego na Espanha continue acima de 20% até 2013, uma previsão levemente mais negativa do que a anterior, e que a relaçao dívida/PIB subirá para 78% em 2013.

A Espanha planeja reduzir o déficit orçamentário para 6% neste ano e para 4,4% em 2012, de 9,2% no ano passado, mas a comissão afirma que o déficit deverá ser de 6,6% neste ano e de 5,9% em 2012, com base nas tendências de gastos atuais. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade