Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Comércio avança 4,2% no 1º semestre

Resultado foi prejudicado pelo setor automotivo. Considerando apenas junho, o indicador surpreendeu e caiu 0,7% em relação a maio

As vendas no varejo brasileiro caíram 0,7% em junho ante maio e, sobre um ano antes, avançaram 0,8%, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira. Assim, no primeiro semestre, o comércio cresce 4,2% em termos de volume de vendas, acima do resultado visto em mesmo período do ano passado, de 3%. Em doze meses até junho a alta é um pouco maior, de 4,9%.

O que é?

A Pesquisa Mensal de Comércio mostra a evolução do varejo brasileiro em duas frentes: volume de vendas e receita nominal do setor. É divulgada pelo IBGE com dados de cinco segmentos nas principais capitais.

Avaliando a receita obtida com as vendas, o comércio brasileiro registrou recuo de 0,2% entre maio e junho, mas expansão de 7,4% em relação ao sexto mês de 2013. No ano e em doze meses, o faturamento do setor aumentou 10,5% e 11,4%, respectivamente.

Leia mais:

Comércio teve o pior Dia dos Pais em cinco anos

Julho foi mês de preços baixos para as mulheres

Desaceleração da economia corta 83,6 mil vagas no comércio no 1º semestre

Confiança do comércio cai 6,3% no trimestre até julho, aponta FGV

Contudo, os dados do varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, não foram tão animadores assim. O volume de vendas caiu 3,6% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal. Em comparação a junho de 2013, dado sem ajuste, as vendas do comércio até caíram 6,1%. Até junho, o varejo ampliado acumula alta tímida de 0,1% no primeiro semestre e de 1,9% nos últimos doze meses.

Automotivo – O segmento de veículos, motos e autopeças foi a atividade do comércio que apresentou o pior desempenho em todas as bases de comparação. Em junho ante maio, as vendas caíram 12,9%, enquanto na comparação com o sexto mês de 2013, o volume comercializado recuou 18,7%. Já no acumulado do primeiro semestre e em 12 meses até junho, a atividade retrocedeu 7,9% e 4,3%, respectivamente.

Evolução do volume de vendas do varejo brasileiro
Atividades Junho/Maio de 2014 Junho de 2013/2014 1º semestre 2014
Combustíveis e lubrificantes -2,3% -3% 4,1%
Mercados e produtos alimentícios 0,6% 0,5% 3,5%
Tecidos e vestuário -1% -2,5% -0,8%
Móveis e eletrodomésticos -2% 0,1% 5,1%
Farmácia e perfumaria -0,9% 7,7% 10,1%
Materiais de escritório e informática -4,2% -7% -2,9%
Livros e jornais -5,3% -12,1% -5,6%
Outros artigos pessoais e domésticos -0,5% 7,9% 9,6%
Veículos e peças -12,9% -18,7% -7,9%
Material de construção -3,9% -4,7% 2%