Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Começa temporada de megaliquidações nas lojas e na web

Depois de um Natal forte, a temporada de megaliquidações no varejo começa neste ano com uma grande concorrência dos saldões pela internet. Os descontos no preço oferecidos tanto pelas lojas físicas como pelos saldões online são de até 70%, com a vantagem de o consumidor não precisar ir até a loja e enfrentar multidões para obter barganhas. A 16ª edição da tradicional “Liquidação Fantástica” do Magazine Luiza, por exemplo, está marcada para sexta-feira, dia 8. Para conseguir as melhores ofertas, as filas já começaram a se formar no último domingo numa das 456 lojas, que fica no centro de Limeira, no interior do Estado de São Paulo.

O diretor de produtos não alimentícios do Carrefour, Karim Nabi, promete fazer promoções localizadas de preços e prazos para combater a concorrência. A rede encerra hoje o saldão de Natal que começou no último sábado. “Como houve menos sobras do Natal, tivemos, neste ano, de negociar um volume maior de ofertas especiais com a indústria para fazer o saldão”, conta o executivo.

Levantamento parcial realizado pela empresa até ontem revela que as vendas no período de liquidação neste ano aumentaram cerca de 40% na comparação com o saldão feito no mesmo período de 2009. “As promoções pela internet estão muito agressivas e nós também estamos entrando nesse canal”, diz Nabi. O Carrefour deve estrear no comércio online este ano.

Os saldões pela internet deixaram de ser movimentos isolados de algumas lojas. Pela primeira vez neste ano, mais de 40 redes varejistas se uniram para “queimar” as sobras do Natal. Lojas Marisa, Ricardo Eletro, Le Postiche, Bayard, por exemplo, fazem parte do site http://www.saldaonainternet.com.br. Coordenado pela empresa Braspag, especializada em soluções de pagamento na internet, a megaliquidação virtual ganhou uma proporção inesperada.

“A intenção inicial era reunir nesse site cerca de 100 produtos em liquidação e umas 15 lojas”, afirma a gerente geral da Braspag, Verena Chopin Stukart. Mas, em razão do baixo custo da promoção, o site conseguiu reunir mais de 40 lojas e cerca de 200 produtos, explica a executiva. “Já estamos planejando o saldão do Dia das Mães pela internet”, diz ela, que espera faturamento de 15 milhões. de reais Desde o dia 26, quando o saldão começou, até ontem, o site recebeu mais de 200.000 acessos e vários itens, como tocador de música digital (MP4), geladeira, GPS e tábua de passar roupas, estão esgotados.

(Com Agência Estado)