Clique e assine a partir de 8,90/mês

Com sanções, exportações de petróleo do Irã caem mais em junho

Por Da Redação - 20 jun 2012, 15h08

LONDRES, 20 Jun (Reuters) – As exportações de petróleo iraniano estão ampliando a redução em junho, com mais consumidores na Europa e na Ásia interrompendo ou reduzindo suas compras antes das sanções da União Europeia, que visam a afetar o programa nuclear de Teerã.

As exportações de petróleo do Irã este mês recuaram para entre 1,2 milhão de barris por dia (bpd) e 1,3 milhão de bpd, de acordo com uma empresa que acompanha os embarques de petróleo e fontes de petrolíferas.

Os embarques em maio ficaram entre 1,5 milhão de bpd e 1,6 milhão de bpd, de acordo com as mesmas fontes, que pediram anonimato porque não estão autorizadas a falar com a imprensa.

A última redução, se confirmada, indica que o Irã pode ter perdido até 1 milhão de bpd em exportações, equivalentes a 90 milhões de dólares por dia.

Muitos consumidores europeus de petróleo iraniano, incluindo companhias como a Total SA e a Hellenic Petroleum, já interromperam suas compras antes da proibição da UE sobre a commodity do Irã, que começa em 1o de julho.

A UE embargou em janeiros compras de petróleo iraniano, mas deixou aqueles com contratos existentes continuarem até 1o de julho. O Ocidente suspeita que o Irã esteja tentando desenvolver bombas atômicas, enquanto Teerã diz que seu trabalho nuclear tem apenas propósitos civis.

No ano passado, as exportações iranianas estavam entre 2 milhões e 2,2 milhões de bpd de petróleo, com a produção total, incluindo consumo doméstico, entre 3,5 milhões e 3,6 milhões de bpd.

(Reportagem de Alex Lawler)

Continua após a publicidade
Publicidade