Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com atraso de quase um ano, hidrelétrica de Teles Pires vai acionar primeira turbina

Usina construída no rio que fica na divisa entre Mato Grosso e Pará é uma das dez maiores do país; demora na entrega da linha de transmissão gerou atraso

A usina de Teles Pires, erguida no rio de mesmo nome, localizado na divisa de Mato Grosso com o Pará, vai acionar a primeira de suas cinco turbinas. Os testes técnicos da máquina de 364 megawatts (MW) foram realizados nesta semana e agora ela está liberada para operar comercialmente.

Décima maior hidrelétrica do Brasil, a usina de 1.820 megawatts (MW) de potência já tinha parte de sua estrutura pronta em janeiro deste ano, mas enfrentou restrições por causa de atraso na linha de transmissão do empreendimento. A geração média da usina será de 778 MW.

Três anos atrás, a Matrinchã Transmissora, dona da linha de transmissão, assumiu o compromisso de entregar, em janeiro de 2015, uma rede de 1.007 quilômetros de extensão para distribuir energia da usina. A linha, no entanto, só deve ser integralmente concluída neste fim de ano.

O anúncio de início de operação da hidrelétrica será feito na tarde desta sexta-feira, 6, pelo secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Luiz Eduardo Barata, e o diretor de Operações do Operador Nacional do Sistema Elétrico(ONS), Ronaldo Schuck.

Leia também:

“Uso de nossos recursos é cada vez pior”, diz Scheinkman

Com alta de 0,82%, IPCA de outubro é o maior em 13 anos

(Com Estadão Conteúdo)