Clique e assine com até 92% de desconto

Com alta do dólar, brasileiros gastam menos no exterior

As despesas em outros países somaram 1,731 bilhão de dólares em julho, queda de 7,87% frente ao mesmo período do ano passado

Por Redação 27 ago 2018, 13h48

Com a alta do dólar, os brasileiros frearam os gastos no exterior durante o mês de julho. De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira pelo Banco Central (BC), as despesas em outros países somaram 1,731 bilhão de dólares em julho, queda de 7,87% frente ao mesmo período do ano passado, quando foram desembolsados 1,879 bilhão de dólares.

É o segundo mês consecutivo de queda nas despesas de brasileiros no exterior. Ainda assim, o resultado representa uma alta de 16,4% em relação a junho, quando os brasileiros gastaram 1,487 bilhão de reais nas viagens internacionais.

De janeiro a julho, os gastos lá fora somaram 11,304 bilhões de dólares, aumento de 5,8% em relação ao mesmo período de 2017.

As oscilações do dólar influenciaram a queda nos gastos dos brasileiros lá fora. A alta da moeda torna as viagens mais caras, já que refletem no preço do câmbio e passagens aéreas, por exemplo.

  • O aumento da incerteza política no Brasil foi um dos principais fatores que mantiveram o dólar forte ante o real. Na última semana, a moeda bateu 4,12 reais após sete dias consecutivos de alta.

    Enquanto isso, as despesas dos estrangeiros no Brasil caíram. Em julho, o BC registrou 417 milhões de dólares em gastos no país, contra 440 milhões de dólares em igual período de 2017.

    Com isso, a conta de viagens internacionais voltou a registrar déficit. No mês, a diferença entre o que os brasileiros gastaram lá fora e o que os estrangeiros desembolsaram no país ficou negativa em mais de 1,3 bilhão de dólares. Em julho de 2017, o resultado desta conta era de 1,4 bilhão de dólares. No ano, o déficit soma mais de 13,1 bilhões de dólares.

    Continua após a publicidade
    Publicidade