Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Com ajuda da Petrobras, governo central tem superávit de 78,9 bilhões de reais e bate meta para o ano de 2010

Capitalização rendeu saldo de R$ 31,9 bi para incrementar as contas federais

Por Da Redação
28 jan 2011, 11h34

As contas do governo central (Banco Central, Tesouro Nacional e Previdência Social) apresentaram superávit de 14,44 bilhões de reais em dezembro, levando o resultado de 2010 a ficar positivo em 78,96 bilhões de reais. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pelo Tesouro Nacional. De acordo com o governo, o superávit representou 2,16% do Produto Interno Bruto (PIB) do país – valor acima da meta do governo, de 2,15%.

Análise: Um governo que tortura números – as manobras contábeis para cumprir metas

O resultado superou as estimativas dos economistas, que esperavam de um déficit de 2,1 bilhões de reais a um superávit de 13,6 bilhões de reais em dezembro. Para o acumulado do ano, o intervalo previsto era de superávit entre 62,5 bilhões de reais e 78,2 bilhões de reais para 2010.

A capitalização da Petrobras permitiu que o superávit fosse alcançado. O governo emitiu 42,92 bilhões de reais em títulos públicos para financiar parte da capitalização. Em troca, recebeu 74,8 bilhões de reais da empresa estatal. Assim, restaram nada menos que 31,9 bilhões de reais para incrementar o superávit primário.

O número que é considerado para efeito de cumprimento ou não do objetivo, no entanto, é o que será divulgado na próxima segunda-feira pelo Banco Central (BC). Isso porque as metodologias de cálculo utilizadas pelo Tesouro e pelo BC são diferentes e podem apresentar discrepâncias estatísticas que acabam influenciando o resultado.

Continua após a publicidade

Tesouro – Isoladamente, o Tesouro registrou superávit de 10,813 bilhões de reais em dezembro de 2010, colaborando para que o resultado do ano passado ficasse positivo em 122,376 bilhões de reais. Em 2009, o Tesouro teve saldo positivo de 82,933 bilhões de reais. Já a Previdência Social teve superávit de 3,474 bilhões de reais em dezembro. Mas no acumulado do ano registrou um saldo negativo de 42,890 bilhões de reais. O resultado é bem próximo do déficit verificado em 2009, de 42,867 bilhões de reais.

O Banco Central exibiu o mesmo comportamento, ao registrar um saldo positivo de 152,6 milhões de reais no último mês do ano, mas acumular um déficit de 519,9 milhões de reais em 2010, ante déficit de 629,6 milhões de reais em 2009.

(Com Agência Estado)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.