Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Colômbia tem a menor produção de café em 30 anos

BOGOTÁ, 16 Jan (Reuters) – A Colômbia teve em 2011 a sua menor safra de café em mais de 30 anos devido às fortes chuvas registradas nas principais zonas de produção do país, informou nesta segunda-feira a Federação Nacional de Cafeicultores.

A produção colombiana de café caiu 12 por cento em 2011 em relação ao ano anterior, de 8,9 milhões de sacas de 60 quilos em 2010 para 7,8 milhões de sacas em 2011, revelou a organização que reúne os cafeicultores.

Por outro lado, as exportações caíram levemente 1 por cento, de 7,8 milhões de sacas em 2010 para 7,7 milhões de sacas em 2011, detalhou a federação.

“Como resultado da forte temporada invernal que o país viveu nos últimos dois anos, que não apenas afetou a infraestrutura cafeeira como diretamente reduziu a produtividade dos cafezais, a Colômbia alcançou uma produção de 7,8 milhões de sacas de 60 quilos em 2011”, segundo um comunicado da federação.

O país sul-americano não cumpriu pelo terceiro ano consecutivo a meta de produção estabelecida pela federação, de ao menos 9 milhões de sacas de 60 quilos em 2011.

A safra, com médias históricas de 11 milhões de sacas, também foi afetada por um programa de renovação de culturas que ainda não entraram em produção.

Além disso, a produção do país também foi reduzida devido aos hectares de café que foram renovados nos últimos três anos e que ainda não estão em idade produtiva, segundo a federação.

Em 2011, foram renovados 117 mil hectares de cafezais.

Embora o país sul-americano conte com mais de 900 mil hectares cultivados com café, cerca de 300 mil estão fora de produção devido ao programa de renovação, garantiu a federação.

Apesar dos números de produção, a Colômbia pretende alcançar uma safra de 14 milhões de sacas em 2014 e de 18 milhões em 2018 com a ajuda da renovação dos cafezais com variedades resistentes à ferrugem e à mudança climática.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)