Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cofundador da Microsoft morre aos 65 anos após luta contra o câncer

Em 2010, ele anunciou que destinaria a maior parte de sua fortuna à caridade quando morresse. Allen investiu em equipes esportivas, TV a cabo e imóveis

Paul Allen, cofundador da Microsoft ao lado do bilionário Bill Gates, morreu nesta segunda-feira, 15, devido a complicações de um linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer. Ele tinha 65 anos.

Allen usou a fortuna que fez na Microsoft para investir em equipes esportivas, empresas de TV a cabo e imóveis, segundo a Bloomberg News.

No último dia 1º, ele postou no Facebook que o linfoma não-Hodgkin que enfrentou em 2009 havia retornado. “Aprecio o apoio que recebi e conto com ele enquanto luto contra mais esse desafio”, escreveu.

Em 2010, ele anunciou que destinaria a maior parte de sua fortuna – estimada em 13,5 bilhões de dólares – à caridade quando morresse. “A maior parte de meus bens será deixada para caridade para continuar o trabalho da fundação Paul G. Allen Family e financiar pesquisas sem fins lucrativos”.

Allen ajudou a fundar a Microsoft em 1975, mas se retirou da administração da gigante do software em 1983, quando recebeu o primeiro diagnóstico de câncer.