Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Coca-Cola Light volta ao mercado ‘a pedido dos consumidores’, diz empresa

Companhia decidiu retomar as vendas no Brasil depois de pesquisas de mercado indicarem que parte dos brasileiros ainda quer a bebida

Por Da Redação 22 out 2013, 15h17

A Coca-Cola relança no mercado brasileiro sua versão Light, que começa a ser vendida ainda em outubro em todo o Brasil. A empresa garante que a versão Zero não sairá das prateleiras e que as bebidas não são concorrentes, mas complementares. “Com a retomada de Coca-Cola Light, vamos poder dar mais uma opção de bebida zero caloria para os nossos consumidores e com isto impulsionar o mercado de bebidas light/zero”, explicou ao site de VEJA Javier Meza, vice-presidente de Marketing da Coca-Cola Brasil.

Com uma embalagem comemorativa, que leva um coração estampado, a bebida será vendida em latas de 350 ml e garrafas PET de 600 ml e 2 litros. Atualmente, 23% do portfólio da Coca-Cola Brasil é composto por bebidas de baixa caloria ou zero. O preço da light será o mesmo das outras versões da bebida.

Leia mais:

Depois de rumores, Coca-Cola quer mostrar fábricas a consumidores

Pepsi lança latas ‘retrô’ para celebrar 60 anos no Brasil

Brasileiro que criou viral da Dove entra em ranking dos mais criativos do mundo

Continua após a publicidade

No Brasil, a Coca-Cola Light foi descontinuada em 2009 e volta agora com fórmula e sabor originais. Segundo a companhia, a descontinuidade das vendas da Coca-Cola light se deu porque a empresa queria focar no lançamento da versão Zero. Ambas as versões não possuem calorias, mas usam adoçantes distintos em sua fórmula, ou seja, a diferença está no sabor.

A decisão de retomar as vendas da Coca-Cola Light no país, ainda muito comercializada no mundo, baseou-se em estudos de mercado que indicaram receptividade dos brasileiros em relação ao produto. Uma pesquisa mostrou que 99% dos brasileiros entrevistados lembravam da versão light, sendo que 33% deles sentiam vontade de beber o refrigerante. Grande parte dos saudosistas tem mais de 30 anos. “Apesar de a bebida ter saído de circulação, não saiu da memória desses consumidores”, afirma Javier Meza.

Novo viral – A empresa aposta na interação com o consumidor em seu relançamento. A ideia é viralizar a imagem do produto, assim como a Coca Zero fez com sua campanha ‘Quanto mais, melhor’, imprimindo nomes de pessoas, cidades e países em sua embalagem. Com o slogan ‘Eu amo Coca-Cola Light’, a empresa quer estimular as pessoas a escreverem mensagens ou nomes dentro do coração e compartilhá-las nas redes sociais.

Leia também:

Heineken lança Kaiser Radler para agradar ‘quem não gosta de cerveja’

Ambev lança Skol Beats mais alcoólica mirando casas noturnas

Continua após a publicidade

Publicidade