Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Coca-Cola demitirá 1.800 trabalhadores no mundo todo

Medida faz parte de um plano de redução de custos, de US$ 3 bilhões até 2019

Por Da Redação 8 jan 2015, 17h18

A Coca-Cola anunciou que vai cortar até 1.800 empregos em todo o mundo como parte de um plano de redução de custos. A empresa notificará alguns dos funcionários afetados nesta quinta-feira e informou que os cortes serão realizados ao longo dos próximos meses. “Nós nos comprometemos a garantir tratamento justo, imparcial e compassivo para o nosso pessoal durante o processo”, declarou a empresa, em comunicado. A Coca-Cola tem hoje cerca de 130 mil funcionários.

A assessoria de imprensa da companhia afirmou não ter informações específicas sobre possíveis demissões no Brasil. “O redesenho resultará em impactos na força de trabalho em todas as operações globais e não afetará nossos engarrafadores. Nós não tomamos decisões sobre cortes facilmente. No Brasil, assim como em todo o mundo, estamos trabalhando para fazer os ajustes de forma prudente. Temos o compromisso de garantir um tratamento justo e transparente ao longo deste processo”, informou a assessoria, por meio de nota.

Leia mais:

Lucro da Coca-Cola recua 14% no 3º tri, para US$ 2,1 bi

Coca-Cola pagará US$ 2,5 bilhões por fatia da fabricante de energéticos Monster

‘Legal’, o refrigerante à base de maconha que já está à venda nos EUA

Em dezembro, o jornal americano Wall Street Journal havia informado que a Coca-Cola iria cortar entre mil e dois mil empregos a partir de janeiro para otimizar suas operações depois de alertar, em outubro, que não atingiria as metas de lucro em 2014 e 2015 devido ao enfraquecimento das vendas de refrigerante. Naquele mês, a empresa também anunciou um plano de reestruturação, com o qual com o qual pretende economizar 3 bilhões de dólares até 2019.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade