Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cobre atinge valor mínimo em quatro semanas

Por Clarissa Mangueira

Nova York – Os contratos futuros do cobre recuaram para seu menor patamare em quatro meses, à medida que os investidores reduziram suas apostas em ativos sensíveis ao crescimento em reação aos temores de que o impasse político na Grécia poderá levar o país para uma saída turbulenta da zona do euro.

Às 11h (horário de Brasília), o contrato do cobre para julho recuava 2,21%, para US$ 3,5680 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex). O metal foi negociado mais cedo a US$ 3,5475 a libra-peso, o menor patamar intradia desde 12 de janeiro.

O cobre e outros metais básicos “retomaram sua espiral queda em meio ao aumento das preocupações de que a Grécia será forçada a realizar outra eleição”, afirmou o analista do Standard Bank Marc Ground em nota.

A crise financeira na Europa deverá limitar o apetite já fraco do continente para o cobre e reduzir a demanda ao redor do mundo por meio da interrupção do fluxo do comércio internacional.

Dados mostraram nesta segunda-feira uma inesperada contração da produção industrial da zona do euro em março, “alimentando mais as preocupações com a diminuição da demanda pelos metais básicos da região”, disse Ground.

O cobre subiu inicialmente no comércio eletrônico durante a sessão asiática, um movimento que os traders atribuíram ao corte da taxa de depósito compulsório dos bancos em 0,5 ponto porcentual, anúncio do Banco do Povo da China (PBOC, em inglês) no fim de semana. No entanto, o metal apagou os ganhos antes da abertura dos mercados europeias. As informações são da Dow Jones.