Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CNC diz que cresce intenção de gerar vagas no comércio

Por Daniela Amorim

Rio – Na contramão do que acontece na indústria, o comércio aumentou a perspectiva de contratação de funcionários em junho, segundo dados do Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), divulgados nesta quarta-feira pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

A intenção de abertura de novas vagas aumentou 0,5% na passagem de maio para junho, para 129,5 pontos. Na comparação com junho de 2011, a alta foi de 4,7%. “Aumentou a intenção de contratar no comércio. É até um contraste, enquanto a indústria está demitindo, o comércio está contratando”, notou João Felipe Araújo, economista da CNC.

A percepção sobre os níveis de estoque também melhorou, com alta de apenas 0,3% ante maio. Na comparação com junho de 2011, o avanço foi de 5,3%. No entanto, permanece em patamar baixo, aos 95,1 pontos.

“Os estoques ainda preocupam o empresário do comércio, mas houve alívio. E a tendência é que haja melhora até o fim do ano, porque é quando tanto o volume de vendas quanto a receita do comércio aumentam”, previu Araújo.

Entretanto, houve piora na intenção de investimentos, que caiu 2,1% em junho ante maio, apesar de ter melhorado 1,8% em relação a junho de 2011, aos 117,8 pontos.

O Índice de Investimento do Empresário do Comércio (IIEC), que inclui as perguntas sobre emprego, estoque e investimentos no setor, atingiu 114,1 pontos em junho, uma queda de 0,4% em relação a maio, mas uma alta de 3,9% na comparação com junho do ano passado.