Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cliente quer mais café no copo – e pede US$ 5 milhões em ação contra a Starbucks

Alegação é que os funcionários da rede foram instruídos a servir bebidas geladas com bastante gelo, diminuindo o volume que de fato é vendido da bebida solicitada

Uma cliente de Chicago, nos Estados Unidos, entrou com uma ação contra a rede de cafeterias Starbucks de mais de 5 milhões de dólares, acusando a empresa de servir menos do que o anunciado nas bebidas que comercializa. O argumento é que, com a estratégia, a rede obriga seus consumidores a pagar mais do que o devido.

Com a alegação de propaganda enganosa e fraude contra o consumidor, Stacy Pincus acusa a maior rede de cafeterias do mundo de servir aos seus clientes “muito menos do que o anunciado e, em alguns casos, menos da metade da bebida” informada no menu, que seria completada com gelo. Isso ocorreria, por exemplo, nos cafés gelados.

A ação visa a se tornar coletiva. “De fato, a Starbucks instrui seus funcionários a servir aos clientes menos líquido do que o anunciado”, alega a demandante.

A empresa rechaçou a alegação, qualificando-a de “frívola e sem fundamento”. “Nossos clientes entendem e esperam que o gelo seja um componente especial de toda bebida ‘gelada'”, defendeu-se o grupo em um comunicado. “Se um cliente não está satisfeito com o preparo de sua bebida, com prazer a substituiremos.”

A Starbucks, que tem mais de 23.000 cafeterias em todo o mundo, reportou lucro líquido de 19,2 bilhões de dólares no ano fiscal de 2015, montante 16,5% maior que o do ano anterior.

(Com AFP)