Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cidade italiana vende casas abandonadas por 1 euro

O objetivo é atrair moradores para aumentar a população do local; interessados, porém, devem fazer reforma de 20.000 euros nas residências

Por Da redação 1 fev 2018, 20h37

A pequena cidade de Ollolai, na ilha italiana de Sardenha, está vendendo casas abandonadas pelo valor simbólico de um euro (3,90 reais). O esquema faz parte de um plano para revigorar o município, cuja população encolheu de 2.250 para cerca de 1.300 nos últimos 50 anos, em um movimento de migração dos jovens para outras partes da ilha ou para o continente em busca de emprego, segundo o jornal The Telegraph. Interessados têm até 7 de fevereiro para contatar as autoridades.

O prefeito da cidade, Efisio Arbau, anunciou que estaria colocando 200 casas abandonadas – algumas com até dois séculos de existência – à venda. Porém, os novos donos devem se comprometer a gastar, pelo menos, 20.000 euros (78.000 reais) para reformar as residências e concluir as obras em até três anos.

  • Arbau diz que, apesar dos custos, os compradores estarão recebendo casas especiais. “São edifícios antigos pitorescos feitos com rochas típicas de granito cinza da Sardenha que surgem em picos e costas da montanha”, afirma o prefeito, segundo o jornal.

    “Temos origens pré-históricas. O objetivo é resgatar nossas tradições únicas para que não caiam no esquecimento. O orgulho do passado é nossa força. Sempre fomos pessoas fortes e não permitiremos que nossa cidade morra.”

    Três casas já foram vendidas e outras 100 já foram requisitadas por possíveis compradores. A economia local é baseada na atividade artesanal, agricultura e pasto, sendo marcada, principalmente, pela produção de um queijo de ovelha típico chamado Casu Fiore Sardo.

    Continua após a publicidade
    Publicidade