Clique e assine a partir de 9,90/mês

Chuvas limitam avanço da colheita de soja de Mato Grosso–Imea

Por Da Redação - 13 jan 2012, 16h24

Por Roberto Samora

SÃO PAULO, 13 Jan (Reuters) – As chuvas intensas registradas em Mato Grosso durante esta semana impediram que produtores colhessem mais soja do que colheram nos últimos dias, apontou nesta sexta-feira o Imea, o órgão de análises ligado aos agricultores do principal Estado da oleaginosa no Brasil.

Os trabalhos de colheita estão somente começando em Mato Grosso, com safra recorde estimada em 22,16 milhões de toneladas, ante 20,5 milhões de toneladas na temporada passada.

O desenvolvimento das lavouras mato-grossenses tem sido favorecida pelo tempo chuvoso, que agora pode dificultar parte dos trabalhos de colheita, já que as máquinas não podem entrar nos campos encharcados.

“A chuva comprometeu a entrada nas lavouras… Está chovendo bastante. Até aqui em Cuiabá, que é quente, está chovendo… A colheita poderia estar de 2 a 3 pontos percentuais acima do que está agora”, disse o gestor do Imea, Daniel Latorraca.

Continua após a publicidade

Até quinta-feira, os produtores tinham colhido 1,2 por cento da área recorde de 6,98 milhões de hectares, contra 0,4 por cento no mesmo dia da semana precedente.

Apesar da chuva, a colheita da safra 2011/12 está adiantada na comparação com a temporada passada, pois o plantio foi antecipado na atual temporada com a chegada das precipitações já em meados de setembro.

Na mesma época da temporada anterior, os produtores tinham colhido 0,7 por cento da safra.

A colheita nesta temporada está mais adiantada na região oeste, que já colheu em mais de 3 por cento da área.

“Em Sapezal (oeste), o pessoal esperava tirar mais soja do que tirou”, disse Latorraca.

A chuva, se for muito intensa, pode prejudicar a qualidade do grão, o que pode reduzir o pagamento feito ao produtor. A previsão para os próximos dias aponta mais chuvas para o Centro-Oeste.

Continua após a publicidade
Publicidade