Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Chipre suspende restrição sobre transações com cartão

Na quarta-feira, tinham sido proibidos os pagamentos e operações financeiras superiores a 5.000 euros sem autorização oficial, após drástico plano de resgate

Por Da Redação 29 mar 2013, 14h54

O Banco Central do Chipre suspendeu nesta sexta-feira todas as restrições a transações locais com cartões de crédito e de débito, impostas no âmbito de um controle de capitais após um drástico plano de resgate internacional na ilha.

Em um novo decreto sobre o controle de capitais, o Banco Central modificou as restrições publicadas na quarta-feira, que proibiam pagamentos e transações superiores a 5.000 euros sem autorização oficial. “Os pagamentos ou transferências de dinheiro dentro do país mediante cartão de débito ou de crédito são autorizados sem restrições”, diz a instituição.

Leia também:

Leia também: Chipre não vai deixar a zona do euro, diz presidente do país

O Chipre impôs o primeiro controle de capitais da história da zona do euro para evitar uma fuga maciça de dinheiro com a reabertura dos bancos na quinta-feira, depois de 12 dias de fechamento. Seguem em vigor um limite para retiradas até 300 euros por dia e por pessoa e a proibição de viajar ao exterior com mais de 1.000 euros em dinheiro vivo, entre outras medidas.

Nesta sexta-feira, os bancos voltaram a funcionar em seus horários normais de trabalho, e não houve relatos de filas longas. Autoridades dizem que outras regras emergenciais adotadas para limitar saques e impedir uma corrida aos bancos será temporária, mas economistas afirmam que será difícil revogá-las enquanto a economia estiver em crise.

Saiba mais:

Saiba mais: Infográfico explica por que o Chipre entrou em crise

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade