Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

China ultrapassa EUA em volume de transações comerciais

Enquanto as exportações e importações norte-americanas totalizaram 3,82 trilhões de dólares em 2012, as transações comerciais da China chegaram a 3,87 trilhões de dólares

Por Da Redação 10 fev 2013, 15h09

A China já ocupa o lugar de maior potência comercial do mundo. O país asiático ultrapassou os Estados Unidos em volume de transações comerciais (ou corrente de comércio, que é a soma das importações e exportações) em 2012, segundo dados oficiais dos países, afirmou a Bloomberg.

Enquanto as exportações e importações norte-americanas totalizaram 3,82 trilhões de dólares em 2012, segundo o Departamento de Comércio do país, as transações comerciais na China chegaram a 3,87 trilhões de dólares no período.

A crescente influência da China no comércio global, segundo a Bloomberg, já ameaça romper blocos comerciais regionais, uma vez que o país se torna o parceiro comercial mais importante para alguns países – como o próprio Brasil. A Alemanha, por exemplo, deve dobrar suas exportações para a China até o final da década, assim como faz com a França, segundo o economista do Goldman Sachs, Jim O’Neill, criador do termo Bric para designar as economias emergentes em ascensão no início da década de 2000 – Brasil, Rússia, China e Índia. “Para muitos países ao redor do mundo, a China está se tornando rapidamente o parceiro comercial mais importante”, diz O’Neill

Leia também:

Exportações chinesas aumentam 25% em um ano

China acusa Brasil de prática desleal no comércio

Déficit comercial dos EUA tem queda de 3,5% em 2012

A economia dos Estados Unidos tem o dobro do tamanho da chinesa, de acordo com o Banco Mundial. Em 2011, o PIB norte-americano atingiu 15 trilhões de dólares, enquanto o da China totalizou 7,3 trilhões de dólares – o país asiático informou no último mês que seu PIB para 2012 alcançou 8,3 trilhões de dólares. “É notável que uma economia que tem apenas uma fração do tamanho dos EUA, tenha um número tão grande de transações comerciais”, disse Nicholas Lardy, membro do Instituto Peterson de Economia Internacional, em Washington.

A Bloomberg lembra ainda que a China se tornou o maior exportador do mundo em 2009, enquanto os EUA continuam como os maiores importadores, com 2,28 trilhões de dólares em importações no ano passado, ante os 1,82 trilhão da China. Porém, segundo estimativas da HSBC Holdings, a China ultrapassará os Estados Unidos também em importações até 2016.

Continua após a publicidade
Publicidade