Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

China planeja lançar contratos futuros de petróleo este ano

SHANGAI, 28 Mai (Reuters) – A China planeja lançar contratos futuros de petróleo este ano e permitir que eles sejam negociados também por investidores estrangeiros, com o país acelerando a abertura de seus futuros de commodities para players internacionais, disse a presidente da bolsa de futuros de Shangai (SHFE) nesta segunda-feira.

Instituições globais estão bastante interessadas em acessar as bolsas chinesas, que representaram mais da metade do volume de derivativos de commodities negociados globalmente em 2010, de acordo com dados da Federação Mundial de Bolsas de Valores.

A partir do lançamento do contrato de petróleo, a Bolsa de Futuros de Shangai irá gradualmente permitir que investidores estrangeiros negociem em outros contratos, sendo que metais não ferrosos devem ser os próximos na lista de liberação, seguidos de metais preciosos.

“O lançamento dos futuros de petróleo não marca apenas a abertura de mais um contrato na bolsa de Shangai, mas simboliza a abertura gradual do mercado de futuros de commodities a investidores estrangeiros,” disse a presidente da entidade Wang Lihua, em um evento.

Hoje os futuros de commodities oferecem apenas uma pequena janela para participação estrangeira. Além dos contratos de metais preciosos, as instituições financeiras são proibidas de negociar contratos de commodities e traders precisam usar corredores, que não podem assumir posições.

Limitações para a conversão do iuan também dificultam a participação estrangeira no mercado futuro de commodities na China.

O contrato de petróleo poderá ser precificado tanto em iuan quanto em dólares americanos, disse a SHFE.

Wang não deu detalhes se investidores internacionais poderão receber credenciamento direto na bolsa ou se precisarão usar corretoras nacionais para realizar negócios.

(Reportagem de Fayen Wong)