Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

China diz que irá “fortalecer” a flexibilidade do iuane–TV

Por Da Redação 19 nov 2011, 10h47

XANGAI (Reuters) – A China deixará o iuane mais flexível e as recentes reformas para tornar a moeda mais orientada pelo mercado começaram a alcançar resultados, disse o premiê chinês Wen Jiabao no sábado.

Wen comentou sobre a intenção de Pequim de introduzir uma flutuação de duas vias para o iuane, de forma a amortecer as expectativas de que a moeda chinesa só poderia apreciar.

Mencionando recentes apostas nos mercados internacionais que levaram o iuane a atingir o ponto mais baixo de sua faixa de negociação por diversas vezes, Wen disse que essa queda do iuane “não poderia ter sido engendrada”.

“A China irá monitorar de perto os recentes movimentos do iuane… e irá fortalecer a flexibilidade de troca do iuane em ambas as direções”, disse Wen, citado pela cadeia de televisão estatal CCTV.

Os líderes chineses rejeitaram repetidamente os pedidos dos Estados Unidos e de outros países ricos para permitir uma apreciação mais rápida do iuane.

Analistas dizem que a China parece ter ajustado sua política monetária em resposta ao aprofundamento da crise da dívida na zona do euro.

A sinalização do governo chinês ocorre em um momento em que as pressões inflacionárias começam a se intensificar e o crescimento econômico fica mais lento na segunda maior economia do mundo, dando mais espaço à Pequim para ajustar sua política.

O banco central chinês permite que o iuane suba ou caia 5 por cento em relação à sua média diária. Alguns analistas acreditam que a China possa optar por ampliar a faixa de troca de negociação do iuane somente quanto as pressões sobre a moeda diminuírem em linha com um superávit comercial mais estreito e um menor influxo de capital.

(Por Fayen Wong)

Continua após a publicidade

Publicidade