Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

China atingirá meta de crescimento, diz governo

Diretor do Escritório Nacional de Estatísticas do país disse, porém, que desempenho econômico depende de reformas estruturais

Por Da Redação 16 jul 2013, 11h56

A China será capaz de atingir sua meta de crescimento econômico neste ano e a expansão no segundo semestre deverá ser firme, afirmou Ma Jiantang, diretor do Escritório Nacional de Estatísticas do país.

Em entrevista à agência estatal de notícias Xinhua, Ma condicionou, contudo, o alcance da meta, de 7,5% de alta do Produto Interno Bruto (PIB) chinês, ao ritmo das reformas estruturais do país. Segundo Ma, os esforços da China para acelerar a urbanização, por exemplo, podem ajudar a impulsionar os investimentos e o consumo.

Em meio ao fraco crescimento econômico global, a expansão do país perdeu força: no segundo trimestre o PIB subiu 7,5% ante 7,7% no primeiro e 7,9% nos três últimos meses de 2012. Autoridades do governo já falam em aceitar uma elevação de 7% do PIB enquanto fazer reformas importantes na economia para ampliar a importância do consumo doméstico e reduzir a dependência de investimentos do governo.

Economistas estão debatendo se a China precisa de estímulos fiscais ou monetários para sustentar o crescimento da economia e muitos cortaram suas projeções para 2013 a níveis abaixo da meta oficial.

Leia mais: Exportações chinesas caem pela 1ª vez em um ano e meio

Indústria chinesa registra menor nível em nove meses

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade