Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cesta básica recua em setembro em 9 de 17 capitais

Por Denise Abarca

São Paulo – O preço médio da cesta básica caiu no mês de setembro, na comparação com agosto, em nove das 17 capitais brasileiras pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Conforme a Pesquisa Nacional de Cesta Básica, divulgada hoje pela instituição, Natal registrou o recuo de preços mais expressivo, de 6,17% em setembro, seguida de João Pessoa (-2,85%) e Aracaju (2,19%). Na sequência, figuraram Fortaleza (-1,42%), Recife (-1,22%), Brasília (-0,96%), Rio de Janeiro (-0,90%), Curitiba (-0,79%) e Salvador (-0,61%). Em outras sete capitais, o conjunto de produtos alimentícios essenciais apresentou aumento de preços, enquanto em Vitória houve estabilidade.

Entre as cidades onde foi verificada alta de preços, a maior variação foi registrada em Goiânia (1,87%), seguida de Belo Horizonte (0,59%), Manaus (0,52%), Porto Alegre (0,31%), São Paulo (0,16%), Florianópolis (0,13%) e Belém (0,04%). Entre janeiro e setembro deste ano, apenas Natal (-6,29%), Goiânia (-1,34%), Fortaleza (-1,19%), Manaus (-1,06%) e Curitiba (-0,78%) apresentam variações acumuladas negativas. Já os maiores aumentos foram anotados em Florianópolis (9,32%), Porto Alegre (7,91%), Belo Horizonte (6,23%) e Aracaju (4,40%).

Nos últimos 12 meses até setembro, nenhuma capital teve variação acumulada negativa. As maiores altas foram percebidas em Florianópolis (16,36%), Belo Horizonte (15,30%), no Rio de Janeiro (14,24%), em Brasília (12,00%), Porto Alegre (11,64%), Belém (11,57%), São Paulo (10,83%), Vitória (10,76%) e Curitiba (10,39%). As demais capitais tiveram variação anual inferior a 10,00%.

O Dieese realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica nas cidades de Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, do Rio de Janeiro, de Salvador, São Paulo e Vitória.