Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Céleres rebaixa estimativa de safra de soja do Brasil

SÃO PAULO, 5 Mar (Reuters) – A safra de soja do 2011/12 do Brasil foi estimada em 69,82 milhões de toneladas nesta segunda-feira pela consultoria Céleres, em comparação com as 72 milhões de toneladas apontadas na previsão de fevereiro.

De acordo com a consultoria, o Brasil produziu na temporada passada 74,87 milhões de toneladas.

Nesta safra, as lavouras do Sul do Brasil sofreram com uma seca em meio ao fenômeno La Niña, o que impactou negativamente na produção nacional.

“Nas recentes pesquisas da Céleres, com o avanço nos trabalhos de colheita da soja, observou-se retração nas expectativas quanto ao rendimento das lavouras em relação ao levantamento publicado no mês precedente”, explicou a Céleres.

Até 2 de março, os produtores de soja haviam realizado a colheita em cerca de 38 por cento daárea em 11/12, uma alta em relação aos 29 por cento da semana anterior e dos 24 por cento do mesmo período do ano passado, segundo a Céleres.

A Somar Metereologia previu uma falta de umidade e elevadas temperaturas no principal cinturão produtor de soja para a próxima semana, o que deve favorecer os trabalhos nos campos e o fluxo de grãos para os portos e indústrias. Já as lavouras que carecem de chuva no Sul poderão voltar a sofrer.

O principal Estado produtor de soja do Brasil, o Mato Grosso, pode colher um recorde de 22,2 milhões de toneladas, ante as 20,5 milhões do ano passado, devido a condições climáticas favoráveis e ao aumento de área plantada.

O Paraná, que teve um recorde de 15,4 milhões de toneladas na temporada passada, poderá ter uma colheita de 11,2 milhões de toneladas este ano. A colheita do Rio Grande do Sul foi estimada em 8,1 milhões, contra o recorde de 11,2 milhões de toneladas no ano anterior.

(Reportagem de Reese Ewing e Patrícia Monteiro)