Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cautela com BC faz dólar fechar estável

Por Silvana Rocha, da Agência Estado

São Paulo – Apesar da queda generalizada do dólar no exterior, a moeda norte-americana oscilou pouco ante o real hoje e fechou estável no mercado à vista de balcão. O discreto comportamento da divisa por aqui expressou a cautela dos agentes financeiros com a possibilidade de o Banco Central voltar a intervir, seja comprando moeda ou com alguma outra medida.

Lá fora, os investidores aprofundaram a desmontagem de posições na moeda norte-americana após o desapontamento com o crescimento do PIB dos Estados Unidos no quarto trimestre de 2011. Mais cedo, o euro tocou o maior nível ante o dólar desde meados de dezembro passado, de US$ 1,3221, num movimento iniciado quarta-feira após o Federal Reserve (Fed) prometer manter os juros nos EUA na faixa de zero a 0,25% até o final de 2014. Um leilão de bônus italianos considerado favorável hoje também beneficiou o euro, em meio a expectativas de continuidade no fim de semana das discussões em torno da reestruturação da dívida da Grécia.

O dólar à vista fechou estável no balcão, cotado a R$ 1,7420 – menor valor desde 4 de novembro passado. No mês e ano, a queda acumulada é de 6,80%. Durante a primeira parte da sessão de hoje, a divisa registrou a mínima de R$ 1,740 (-0,11%) e a máxima, de R$ 1,7470 (+0,29%). Na BM&F, o dólar à vista terminou com leve alta de 0,04%, a R$ 1,7418. O giro Financeiro em D+2 somava cerca de US$ 1,5 bilhão (cerca de 28% inferior ao de ontem), informou uma corretora.