Clique e assine a partir de 8,90/mês

Casino quer renúncia de Diniz em caso de eleição na BRF

Franceses que controlam o Grupo Pão de Açúcar acreditam que a presença do empresário em dois cargos possa gerar conflitos de interesse

Por Da Redação - 8 abr 2013, 21h39

O grupo de varejo francês Casino afirmou que vai pressionar para que Abilio Diniz renuncie a seu cargo de presidente do conselho do Grupo Pão de Açúcar caso ele seja indicado à presidência do conselho administrativo da BRF. A eleição, que será realizada com chapa única liderada pelo empresário, ocorre nesta terça-feira.

O Casino disse que não pode antecipar o que acontecerá se Abilio for eleito para presidir o conselho da BRF, mas espera sua renúncia caso isso ocorra para evitar conflitos de interesse – com Diniz na presidência, o Grupo Pão de Açúcar poderia ter problemas com outros fornecedores.

Por sua vez, Diniz considera que não haja conflito entre os dois cargos. “Espero ser eleito. Não existe qualquer lei que impeça um presidente do Conselho de Administração de uma companhia e de outra”, afirmou o executivo em evento no mês passado. Segundo a BM&FBovespa, o acúmulo de cargos pode suscitar conflitos de interesse, mas não tem impedimento legal.

Desde que transferiu o controle do Pão de Açúcar ao grupo francês e continuou no conselho da rede varejista, em junho de 2012, Abilio tem diversificado o portfólio pessoal de investimentos. Do fim do ano para cá, o empresário reduziu pela metade sua fatia nas ações preferenciais da varejista, levantando cerca de 1,65 bilhão de reais, que foram reinvestidos em ações de outras companhias, entre elas as da BRF.

Leia mais:

Acúmulo de cargos por Abilio Diniz não é ilegal, diz BM&FBovespa

Continua após a publicidade

Casino pede explicações a Abilio sobre eventual posto na BRF

Abilio Diniz deve presidir o Conselho da BRF

Para Abilio Diniz, assumir a BRF dá ‘frio na barriga’

(com Estadão Conteúdo e agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade