Clique e assine a partir de 9,90/mês

Carreira: as conversas mais difíceis no mundo corporativo

Dizer 'não' para o cliente ou apresentar resultados ruins para o chefe são alguns dos maiores entraves de comunicação no ambiente de trabalho, mas é possível, sim, fazê-los sem causar muitos estragos

Por Daniela Macedo - 28 set 2014, 10h19

Esconder embaixo do tapete do escritório as más notícias e as situações de conflito está fora de cogitação. Cedo ou tarde, porém, é preciso encarar aquele diálogo em que cada palavra é escolhida a dedo. Assumir um erro, impor limites ao cliente e convencer o chefe de que merece aquela promoção disputada pelos colegas são exemplos de conversas difíceis, mas que raramente podem ser evitadas. VEJA.com conversou com especialistas em comunicação corporativa para relacionar os assuntos mais complicados a ser discutidos no ambiente de trabalho – e que podem até prejudicar a carreira:

Fontes: Fernando Mantovani, da empresa de recrutamento e seleção Robert Half; Joyce Baena, da empresa de comunicação corporativa La Gracia; e Marcelo Olivieri, da empresa de recrutamento de executivos Talenses

Leia também:

​Sete erros para evitar ao pedir aumento

Continua após a publicidade

Seis lições do pôquer para aplicar na vida profissional

Como causar uma boa impressão na entrevista de emprego

Publicidade