Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Carne de cavalo é achada em comida de hospitais na Irlanda do Norte

Hambúrgueres vieram de uma empresa irlandesa de processamento de carnes, segundo o fornecedor dos hospitais norte-irlandeses

Vários hospitais da Irlanda do Norte receberam lotes de hambúrgueres com carne bovina que continham carne de cavalo, informou nesta sexta-feira o diretor da Organização de Serviços Comerciais (BSO) da província britânica, David Bingham. O diretor da BSO, companhia que fornece carne aos hospitais e centros de saúde norte-irlandeses, confirmou que os hambúrgueres provinham de uma empresa da República da Irlanda. “Agimos imediatamente, tão logo soubemos que podia haver um problema de confiança retiramos o produto”, assegurou Bingham.

Após receber a notícia, a ministra norte-irlandesa de Agricultura, Michelle O’Neill, convocou uma reunião de emergência do Executivo autônomo de Belfast, que também deve contar com a presença do titular de Justiça e Interior, David Ford.

Prisões – Segundo fontes oficiais, o encontro servirá para que a Agência de Padrões Alimentícios do Reino Unido (FSA) faça um relatório sobre o estado das últimas investigações das autoridades sobre a questão. A polícia britânica prendeu, na noite de quinta-feira, três pessoas na Inglaterra e em Gales envolvidas no escândalo.

Os três homens, de idade entre 42 e 63 anos, foram detidos em duas fábricas de processamento de carne nas localidades de Aberystwth, em Gales, e em Todmoreden, no condado de West Yorkshire, ao norte da Inglaterra.

Os detidos, sob suspeita de ter cometido uma fraude, serão interrogados tanto pela polícia como pela equipe da FSA, que havia inspecionado as duas fábricas na terça-feira.

Leia também:

Governo britânico investigará escândalo da carne de cavalo

Romênia nega ter exportado carne de cavalo no lugar de bovina

(Com EFE)