Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Carl Icahn desiste de lutar contra venda da Dell

Investidor vinha tentando impedir que a oferta do fundador da companhia, no valor de US$ 24,8 bilhões, fosse concluída

O investidor Carl Icahn anunciou nesta segunda-feira ter desistido dos esforços para bloquear a oferta de compra da Dell feita pelo seu fundador, Michael Dell, em parceria com o fundo de private equity Silver Lake.

Em uma carta enviada aos acionistas da Dell antes da votação na quinta-feira, 12 de setembro, que vai definir o futuro da companhia, Icahn compara o conselho administrativo da empresa a uma “ditadura”. O investidor é um dos principais ativistas do mercado de capitais dos Estados Unidos. Isso significa que, além de comprar ações de empresas, Icahn também procura participar das decisões estratégicas.

Leia também:

Comitê rejeita mudança e enfraquece proposta de Michael Dell

Carl Icahn faz nova ofensiva para derrubar proposta da Dell

Os acionistas da Dell devem votar nesta semana sobre a oferta de compra de 24,8 bilhões de dólares feita por Michael Dell. Apesar de ainda se opor ao acordo, Icahn disse que seria “quase impossível” vencer a votação e afirmou que vai continuar tentando defender seus direitos como acionista. Segundo ele, o fato de Michael Dell ter elevado a oferta após sua oposição tornou o prejuízo para a companhia “muito mais tolerável”.

Referindo-se ao fato do conselho da Dell ter adiado duas vezes a votação sobre a oferta de Michael Dell, Icahn disse que as “melhores ditaduras só precisam adiar a votação uma vez para vencer”.

Leia ainda:

Fundador da Dell quer mudar regras de votação para concluir compra

(com Estadão Conteúdo e Reuters)