Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cargill investe R$ 130 mi em usina de biodiesel no MS

A unidade terá capacidade para produzir 200 mil toneladas de biodiesel por ano

A companhia anunciou em agosto que também planeja construir uma usina de biodiesel na Argentina, com início das operações previsto para 2011

A americana Cargill – maior empresa agrícola do mundo e uma das principais exportadoras do setor no Brasil – planeja investir 130 milhões de reais na construção de sua primeira usina de biodiesel no país, localizada no município de Três Lagoas (MS).

A unidade deve iniciar produção em 2012 e terá capacidade de gerar 200 mil toneladas de biodiesel por ano. “A nova fábrica funcionará anexa à atual unidade de esmagamento de soja da Cargill (em Três Lagoas)”, informou a companhia, sem oferecer mais detalhes.

A empresa comercializa e processa soja e outros grãos e oleaginosas, e é uma das maiores exportadoras e processadoras da commodity do país. A exemplo da Cargill, outras companhias do setor utilizam a soja como a principal matéria-prima para a produção de biodiesel – cerca de 85% da produção do biocombustível no Brasil é feita com a oleaginosa.

Em 2010, o país passou a adotar mandatoriamente o B5, uma mistura de diesel com 5% de biodiesel que demanda quase 2 milhões de toneladas de óleo de soja por ano. No ano anterior, a companhia comercializou 9,1 milhões de toneladas do grão no país, contra 7,15 milhões de toneladas alcançadas em 2008. Desta forma, a Cargill contabilizou uma receita líquida de 15,8 bilhões de reais no Brasil em 2009, enquanto as exportações alcançaram 11,6 bilhões de reais em igual período.

Expansão – O investimento da companhia no Brasil segue anúncio de recursos para outra unidade de biodiesel, desta vez na Argentina. Em agosto, a empresa informou o início das obras de uma usina que deverá operar a partir de 2011 no país vizinho. Em julho, o governo argentino determinou o aumento do volume de biodiesel à base de soja na mistura de combustíveis, de 5% para 7%.

(com Reuters)