Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Captação dos CRIs cresce 60% por dinamismo imobiliário

Por Cynthia Decloedt

São Paulo – O destaque do ano de 2011 no mercado de renda fixa foram as captações por meio dos Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), que cresceram 60,3% até novembro de 2011, em termos de volume, para R$ 10,981 bilhões até novembro, na comparação com o mesmo período de 2010, disse o vice-presidente da Anbima, Alberto Kiraly.

Em entrevista concedida na sede da associação, Kiraly atribuiu o crescimento ao “dinamismo do setor imobiliário” durante o ano e à atratividade do instrumento aos investidores pessoa física, em consequência da isenção fiscal, além da maior demanda também pelas empresas de private equity. Ele observou que, dos mais de R$ 10 bilhões em emissões feitas por CRIs, cerca de R$ 7 bilhões foram realizadas pela instrução CVM 476, de distribuição a investidores qualificados e, por isso, de ágil colocação.

Em número de operações, também houve aumento em 2011, com 143 emissões de CRIs feitas no acumulado até novembro, acima das 132 realizadas no mesmo intervalo de 2010. Em 2009, foram realizadas 101 operações de CRIs.