Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

CÂMBIO-Dólar segue exterior e opera em leve queda

Por Da Redação 5 mar 2012, 11h21

SÃO PAULO, 5 Mar (Reuters) – O dólar operava em ligeira queda nesta segunda-feira em uma sessão marcada pela volatidade, seguindo o movimento da moeda no exterior.

Às 11h10 (horário de Brasília), o dólarera negociado a 1,7313 real para venda, em queda de 0,08 por cento. A divisa chegou a atingir 1,7246 real na mínima da sessão e a 1,7366 na máxima.

“O dólar está seguindo o movimento das moedas lá fora, diante de um movimento de aversão ao risco”, disse o economista sênior da CM Capital Markets Mauricio Nakahodo, destacando o corte na previsão do crescimento chinês como um dos motivos para o mau humor dos mercados.

O premiê da China, Wen Jiabao, cortou a meta de crescimento do país para 7,5 por cento, o menor nível em oito anos, para priorizar a demanda do consumidor interno a fim de eliminar sua dependência da demanda externa e de capital estrangeiro.

Nakahodo afirmou, no entanto, que pode haver no mercado uma expectativa positiva sobre os dados dos Estados Unidos que serão divulgados mais tarde, o que diminuiria a aversão ao risco no exterior.

Continua após a publicidade

Ele destacou ainda a possibilidade de uma correção técnica, dado a forte valorização do dólar na última sessão.

Na sexta-feira, a divisa dos Estados Unidos avançou 1,20 por cento, para 1,7326 real na venda, para fechar a semana em alta acumulada de 1,54 por cento, reagindo às medidas do governo e do Banco Central para evitar uma valorização excessiva do real.

Na noite de quinta-feira, o BC informou que pagamentos antecipados de exportações para operações superiores a 360 dias pagarão Imposto sobre Operaçõs Financeiras (IOF) de 6 por cento. Antes, essa modalidade tinha prazo ilimitado sem taxação.

A decisão veio após, também na quinta-feira, o Ministério da Fazenda ter ampliado de dois para três anos o período de incidência do IOF de 6 por cento sobre empréstimos externos.

Além disso, há oito sessões consecutivas a autoridade monetária atua no mercado por meio de leilões de compra de dólares à vista, evitando que a moeda norte-americana rompa o patamar de 1,70 real, considerado pelo mercado como um “piso informal”.

Em relação a uma cesta de moedas, o dólar caía 0,13 por cento, enquanto o euro tinha ganhos de 0,24 cento, cotado a 1,3222 dólar. No mercado acionário, o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 recuava 0,31 por cento, para 1.083 pontos, após cair para 1.076, na mínima da sessão.(Por Natália Cacioli; Edição de Hélio Barboza)

Continua após a publicidade
Publicidade