Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CÂMBIO-Dólar cai 1% após leilão na Espanha e dados alemães

(Texto atualizado com mais informações)

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 20 Dez (Reuters) – O dólar caiu cerca de 1 por cento nesta terça-feira, para menos de 1,85 real, após notícias favoráveis sobre Espanha e Alemanha que diminuíram a tensão sobre a crise da dívida na Europa.

A moeda norte-americana fechou em baixa de 1,04 por cento, a 1,8458 real. Em relação a uma cesta com as principais moedas, como o euro, o dólar tinha baixa de 0,47 por cento às 17h.

O custo de financiamento de curto prazo do governo da Espanha caiu com força em relação ao registrado há um mês, com alta demanda por títulos de três e seis meses. Operadores afirmaram que os bancos pretendem usar os recursos da linha de três anos a ser oferecida pelo Banco Central Europeu (BCE) para comprar os papéis.

Na Alemanha, a confiança do empresário subiu fortemente em dezembro, contrariando expectativas de declínio e ressaltando a resiliência da maior economia da Europa em meio à crise de dívida soberana. Segundo o instituto de pesquisa econômica Ifo, o índice de clima de negócios, baseado numa pesquisa com cerca de sete mil empresas, subiu para 107,2 em dezembro, contra 106,6 em novembro, na maior alta desde fevereiro.

“O cenário internacional acabou ditando um pouco o sentimento mas, ainda assim, não tem grandes novidades a médio e longo prazo”, disse o economista-chefe da CM Capital Markets, Mauricio Nakahodo, em referência aos esforços da Europa para frear a crise da dívida soberana.

Teve pouca influência sobre o mercado a divulgação dos dados do Banco Central sobre o balanço de pagamentos do país.

Em novembro, o Brasil registrou saldo negativo nas transações de 6,803 bilhões de dólares. O resultado de novembro ficou em linha com a previsão de analistas consultados pela Reuters, de 6,8 bilhões de dólares, e é o pior resultado mensal desde o início da série histórica do BC, em 1947.

A taxa Ptax, calculada pelo Banco Central, fechou a 1,8508 real para venda, e a Taxa de Câmbio de Referência da BM&FBovespa ficou em 1,8508 real às 13h e em 1,8495 real às 16h.(Edição de Patrícia Duarte)