Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Caixa volta a encabeçar ranking de reclamações contra bancos

Queixas sobre cartões de crédito, serviços e débitos indevidos foram as mais frequentes em setembro, segundo o BC; banco ficou no topo da lista pelo terceiro mês seguido

A Caixa Econômica Federal liderou em setembro o ranking de reclamações de clientes de grandes instituições financeiras do país, segundo informe do Banco Central feito nesta quinta-feira. Foi o terceiro mês seguido em que a Caixa apareceu no topo do ranking, que considera apenas bancos com mais de 2 milhões de clientes.

O banco estatal teve índice 10,88. O indicador leva em conta queixas consideradas procedentes em relação ao número de clientes, multiplicado por 1 milhão. No mês anterior, o índice da Caixa tinha sido de 10,94.

Os assunto mais recorrentes entre as 842 queixas de clientes consideradas válidas pelo BC contra a Caixa foram por irregularidades relativas a cartões de crédito (232), serviços (132) e débitos em conta não-autorizados (106).

O Bradesco foi novamente o vice-líder em reclamações, com índice 9,28. Das 711 queixas registradas, 158 referiam-se à cobrança irregular de tarifa por serviços não contratados.

O Itaú Unibanco ficou em terceiro, com índice 7,69 e 458 reclamações. Na sequência aparece o Santander Brasil, com índice 7,29. O HSBC, comprado recentemente pelo Bradesco, ficou em quinto, com índice 6,08, seguido por Banco do Brasil, com 4,7.

A Caixa afirmou que a redução das reclamações e o aumento da solução nos canais externos e internos são prioridades do banco. Em nota, o Itaú Unibanco afirmou que tem trabalhado para simplificar processos e reduzir a quantidade de reclamações. O Bradesco não estava imediatamente disponível para comentar.

Leia mais:

Sete em cada dez brasileiros devem frear consumo até o fim do ano

China ultrapassa Estados Unidos em número de bilionários

(Com Reuters)