Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Caixa deve captar até US$ 1,5 bilhão no exterior

Operação deve ser finalizada até julho deste ano

Por Da Redação - 9 abr 2012, 13h36

A Caixa deve estrear no mercado externo com uma emissão de bônus de 1 bilhão de dólares a 1,5 bilhão de dólares em papéis de 10 anos, segundo o vice-presidente de Finanças e Mercado de Capitais do banco, Márcio Percival. “Queremos fechar antes do início das férias de verão no Hemisfério Norte”, disse, após entrevista coletiva do banco para anunciar corte de juros.

Segundo Percival, a Caixa está fechando a contratação dos bancos de investimentos que vão cuidar da emissão. Os papéis devem ser oferecidos aos investidores da Ásia, Europa e Estados Unidos.

Redução de juros – A Caixa anunciou nesta segunda-feira a redução de juros em uma série de linhas de financiamento, seguindo medida adotada pelo Banco do Brasil na semana passada, em um esforço do governo para baixar o spread bancário.”Essa decisão foi pensada; não é uma canetada como alguns acham”, disse presidente da Caixa, Jorge Hereda, negando que os cortes sejam resultado de ingerência política do governo na instituição.

Além de cortes em várias taxas, o banco reduziu em 68,7% o juro de financiamentos para capital de giro de micro e pequenas empresas, para 0,94% ao mês. O banco está disponibilizando 10 bilhões de reais para empresas, segundo comunicado da instituição.

Publicidade

O juro do cheque especial foi cortado em até 67%, para 4,27% ao mês, enquanto as linhas de crédito rotativo de cartão de crédito foram cortadas em 40%, para 9,47%, e nos financiamentos consignados houve diminuição de 34%.

(Com Agência Estado e Reuters)

Publicidade