Clique e assine a partir de 9,90/mês

BTG Pactual e chilena Celfin avaliam fusão

Por Da Redação - 24 ago 2011, 15h24

Por Altamiro Silva Júnior

São Paulo – O BTG Pactual está em negociações com o grupo financeiro Celfin Capital para a fusão das duas companhias. Segundo comunicado, a fusão criaria o maior banco de investimentos da América Latina. A transação ainda está em negociações e sujeita ao término da análise de documentos, segundo a nota, que também ressalta que precisa ser aprovada por autoridades regulatórias.

O BTG e a Celfin destacam que acreditam possuir culturas similares e que “sinergias significativas” podem ser criadas na fusão. A Celfin é uma instituição financeira do Chile e que tem operações também no Peru e na Colômbia.

O jornal chileno Diario Financiero trouxe reportagem na edição de hoje sobre a possível fusão. A associação com o BTG seria uma forma de o grupo Celfin entrar no mercado brasileiro. O Celfin recentemente fez um acordo com uma corretora do México para operar naquele país. O grupo também pediu autorização ao governo dos Estados Unidos para operar no mercado americano.

Continua após a publicidade

No Brasil, o BTG Pactual pediu sexta-feira passada registro de companhia aberta à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Em comunicado à imprensa, o BTG Pactual informou que o registro não tem relação com qualquer venda de títulos de dívida ou de ações da instituição.

Publicidade